Análise geral / Plataforma Política

Análise geral

ranking_versão1º-10

Nossa análise se baseia no programa de governo dos/as candidatos/as. Assim, é necessário relacionar os resultados do ranking com outras informações que cada candidatura tem apresentado ao longo de sua campanha eleitoral. Além, é claro, de buscar conhecer melhor a trajetória política de cada um/a! Por isso, se ligue!

O ranking mostra uma variação considerável nas pontuações dos/das candidatos/as, indo de dois a 32 pontos. O candidato cujo programa de governo mais se afasta de nossas propostas marcou 32 pontos e se torna, portanto, campeão do ranking. Já a candidata que mais se aproxima das pautas que defendemos marcou dois pontos e foi a lanterna do gráfico.

As jogadas que resultaram em bola fora foram as mais recorrentes do ranking: foram 65! Já o número total de gols foi de 44. Em menor número, apareceram as bolas na trave, com 22 jogadas, e os gols contra, que são 12.

A seguir, comentamos brevemente os resultados do ranking para cada uma das 13 perguntas que orientaram nossa análise (Clique aqui para conhecer os resultados de cada candidato/a).

1. O candidato/a tem um tópico específico voltado às juventudes em seu programa de governo?
(3 Gols; 0 Na Trave; 8 Bola Fora; 0 Gol Contra)
Infelizmente, a maior parte dos programas não apresentou um tópico específico com propostas voltadas à juventude.

2. [ACESSO À JUSTIÇA] O candidato/a defende medidas alternativas para a resolução de conflitos?
(4 Gols; 2 Na Trave; 3 Bola Fora; 2 Gol Contra)
Nesta pergunta, verificamos o quanto os programas se aproximam ou se afastam do modelo de justiça vigente, marcado pelo encarceramento em massa e pela criminalização da pobreza, em detrimento da adoção de medidas alternativas para a resolução de conflitos. Entre as propostas apresentadas nos programas, apareceram tanto aquelas que defendem penas alternativas ao encarceramento quanto outras que reforçam tal medida.

3. [DEMOCRATIZAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES] O candidato/a é a favor de uma nova lei geral para as comunicações no país, que promova uma regulação democrática da mídia?
(2 Gols; 1 Na Trave; 7 Bola Fora; 1 Gol Contra)
A questão relaciona-se com a importante pauta do novo marco regulatório das comunicações, reivindicação histórica dos movimentos sociais que atuam em favor da democratização das comunicações. Como é possível observar, a maioria dos programas se omite em relação ao tema ou o trata de forma insatisfatória.

4. [DIREITO À CIDADE] O candidato/a tem propostas para reduzir o déficit habitacional, considerando a garantia da função social da propriedade?
(3 Gols; 6 Na trave; 2 Bola fora; 0 Gol contra)
Os resultados mostraram um aparente compromisso dos/as candidatos/as em relação ao direito constitucional à moradia. No entanto, foram poucos que trouxeram propostas completas, que atentassem para a função social da propriedade.

5. [ENFRENTAMENTO AO GENOCÍDIO DA JUVENTUDE NEGRA] O candidato/a defende uma política nacional de enfrentamento aos alarmantes índices de mortalidade entre a juventude negra?
(2 Gols; 1 Na Trave; Bola Fora; 0 Gol contra)
Em geral, os programas não apresentam propostas de políticas com foco específico no enfrentamento à letalidade dos/as jovens negros/as. A violência letal foi abordada de maneira bastante genérica e, em alguns dos casos, não foram sequer apresentadas propostas relacionadas ao eixo.

6. [EIXO FORTALECIMENTO DA DEMOCRACIA PARTICIPATIVA] O candidato/a tem propostas para a ampliação e o fortalecimento de espaços de participação popular?
(4 Gols; 0 Na Trave; 7 Bola Fora; 0 Gol Contra)
Infelizmente, os programas analisados evidenciam o pouco comprometimento que a maioria dos/as candidatos/as tem sobre o tema. Vários mencionam de forma vaga a importância de se ampliar a participação popular, porém não apresentam propostas concretas.

7. [EIXO FORTALECIMENTO DO SISTEMA SOCIOEDUCATIVO] O candidato/a é contrário à redução da maioridade penal?
(4 Gols; 0 Na Trave; 5 Bola Fora; 2 Gol Contra)
Essa questão é fundamental para avaliarmos o quanto os/as presidenciáveis estão comprometidos com o desenvolvimento integral dos/as adolescentes. Cinco candidatos são omissos em relação ao tema. Entre os que se posicionaram, dois defendem abertamente a redução da maioridade e quatro se manifestam contrários a essa medida.

8. [EIXO NOVO MODELO DE POLÍTICA SOBRE DROGAS] O candidato/a aborda a questão das drogas como um problema de saúde pública?
(2 Gols; 2 Na Trave; 5 Bola Fora; 2 Gol Contra)
Aqui também observamos candidatos/as omissos/as no tratamento da política sobre drogas: cinco deles não se posicionam claramente em relação ao tema. Em dois programas, as candidaturas apresentam propostas que reforçam a lógica proibicionista e repressiva vigente, à qual somos radicalmente contrários/as.

9. [EIXO NOVO MODELO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DESMILITARIZAÇÃO DAS POLÍCIAS] As propostas do/a candidato/a para a segurança pública adotam a perspectiva dos direitos humanos?
(4 Gols; 2 Na Trave; 2 Bola Fora; 3 Gol Contra)
Foi nesta jogada que houve o maior número de “gols contra”. Em três programas, as propostas apresentadas reforçam a lógica repressiva e de criminalização da pobreza quando defendem, por exemplo, a ampliação de investimentos na construção de penitenciárias e no aumento do efetivo policial.

10. [EIXO ORÇAMENTO PÚBLICO PARA A JUVENTUDE] O candidato/a propõe a criação de um orçamento específico para políticas de juventude?
(0 Gols; 1 Na Trave; 10 Bola Fora; 0 Gol Contra)
Aqui, os resultados são alarmantes: nenhum candidato prevê em seu programa de governo um orçamento específico voltado a políticas públicas de juventude.

11. [EIXO POLÍTICAS SOCIAIS] O candidato/a traz propostas de políticas afirmativas na área de educação?
(5 Gols; 1 Na Trave; 4 Bola Fora; 1 Gol Contra)

12. [EIXO POLÍTICAS SOCIAIS] O candidato/a traz propostas de políticas afirmativas na área de saúde?
(5 Gols; 2 Na Trave; 3 Bola Fora; 1 Gol Contra)

13. [EIXO POLÍTICAS SOCIAIS] O candidato/a traz propostas de políticas afirmativas na área de trabalho e renda?
(6 Gols; 4 Na Trave; 1 Bola Fora; 0 Gol Contra)

A partir das três perguntas anteriores, verificamos se os programas trazem propostas de políticas afirmativas nas áreas de educação, saúde e trabalho e renda, voltadas ao jovem, à mulher, à população negra, à população pobre e demais grupos historicamente oprimidos. Verificamos, por exemplo, como os programas tratam a questão dos direitos sexuais e reprodutivos, da violência doméstica, do primeiro emprego e das cotas. Nesse eixo houve o maior número de gols: mais da metade dos programas trazem propostas que contemplam pautas que defendemos ou próximas dessas.



Seja um Apoiador/a

Sociedade Civil

Candidatxs

Ativistas